Z.Mídia – Agência Web em Campinas | Web Design em Campinas, Criação, manutenção e desenvolvimento de Websites, Blogs, Hotsites e Portais em Campinas/SP

Author: matheus

Pilhas com entrada USB garantem uma recarga rápida ao seu celular ou tablet em horas de emergências

Imagine que você está numa ligação ao celular, perto de fechar um importante negócio e… o aparelho descarrega. Game over. Porém, com uma dessas pilhas-conceito no bolso, você poderia dar sobrevida ao gadget e concluir aquela parceria que esperava há anos. A Continues, desenvolvida por dois chineses, ainda não está no mercado, mas deve ser comercializada a partir deste ano.

Quanto tempo você consegue ficar sem seu celular?

Imagine você em uma roda de amigos, um jantar especial para comemorar seu aniversário e a maior parte dessas pessoas presentes estão em seus celulares no Facebook, E-mail, Whatsapp etc? Já esteve em uma situação como essa?
O celular tem se tornado indispensável nos dias de hoje, uma ferramenta onde consigo rapidamente conferir mensagens e e-mail, registrar com facilidade algum momento com fotos e vídeos dentre muitas outras utilidades. Vendo por esse lado tendemos a gostar cada vez mais dessa tecnologia.
Com tudo devemos tomar cuidado pois podemos estar perdendo muito tempo com isso, perdendo momentos com os amigos e familiares por conta de um vicio que tem tomado conta de nós sem percebermos isso.
Segue o link de um vídeo cujo o nome é I Forgot My Phone (Eu Esqueci Meu Celular) que mostra algumas situações onde o aparelho que foi criado para ajudar acaba de certa forma atrapalhando.

Impressora 3D já é vendida em lojas brasileiras, mas com preço salgado

A impressora 3D Cube chega ao mercado de varejo brasileiro em pré-venda na Saraiva. O produto custa R$6.690,00 e está disponível nas cores branca, azul, lilás e verde. A empresa também vai comercializar a matéria prima para a impressão 3D tanto em ABS, material mais resistente, quanto em PLA, que produz objetos com mais brilho.

O equipamento oferece software para Mac e Windows, que permite criar desenhos de forma rápida. Ela já vem com 25 modelos de design prontos: de bonecos, bijuterias, peças de xadrez e palhetas de violão, até capas para celular. A matéria prima em PLA custa cerca de R$280 o quilo. A impressora produz objetos com dimensões de até 140 x 140 x 140 mm. O usuário tem 16 cores disponíveis para impressão, inclusive as que brilham no escuro.

A Cube chegou ao Brasil em abril, trazida pela Robtec em parceria com a 3D Systems. Até o mês passado, a impressora só podia ser adquirida na sede da Robtec, em São Paulo, mas agora pode ser comprada em todo o Brasil por meio do e-commerce da Saraiva. A impressora tem entrada USB, com conectividade Wi-Fi, funciona em modo Touch Screen e já vem com um cartucho de PLA e um pen drive de 2GB.

O preço ainda é salgado, mas a Robtec acredita que haverá uma boa procura pelo equipamento: “O brasileiro sempre foi um aficionado por tecnologia e ficamos contentes em ser pioneiros em trazer impressoras 3D e conceitos revolucionários ao país. A ideia é que a cultura de comprar uma máquina assim se torne comum”, explica o diretor geral da empresa, Luiz Fernando Dompieri.

Cientistas criam memória óptica que pode armazenar 360TB de dados

Com o passar do tempo, a tecnologia foi evoluindo e os dispositivos voltados para o armazenamento de dados começaram a ter uma capacidade cada vez maior — tanto que, hoje em dia, você pode comprar facilmente HDs com capacidade de guardar um volume de informações equivalente a um Terabyte.

Contudo, é lógico que ainda há inúmeros cientistas que estão trabalhando para que a humanidade possa expandir o montante de dados que podem ser salvos em dispositivos eletrônicos. Por conta disso, o grupo de estudiosos da University of Southampton acabou criando um novo tipo de memória óptica de cinco dimensões.

Essa novidade consiste em uma espécie de placa de cristal de quartzo, em que foram utilizados laser que se movimentam em femtosegundos (280 quadrilhões de segundo) para que estruturas da dimensão de nanômetros pudessem ser feitas. Dessa maneira, por conta das suas dimensões e do tipo de fabricação envolvida, a novidade (que pode ser utilizada em discos, como o DVD) tem a capacidade de salvar 360 TB de dados.

O produto ainda está sendo testado, mas os resultados obtidos são bem positivos, de modo que ele está bem próximo de ser comercializado. Além disso, o material utilizado é tão resistente que o produto final tem uma vida útil enorme — os próprios desenvolvedores dizem que ele pode durar mais do que a raça humana.

Tá, mas e como isso funciona?

Em CDs, por exemplo, os dados são gravados utilizando-se duas dimensões, que são a altura e a largura do objeto. Já no caso da memória 5D, como o nome já indica, são usados cinco parâmetros diferentes para que as informações sejam salvas: as duas já citadas, o “volume” e até mesmo o tamanho e a orientação das estruturas feitas, provenientes da polarização e refração da luz.

Essa característica descrita, quando somada ao fato de que mais de uma camada de quartzo foi utilizada no protótipo, aumenta ainda mais a capacidade do produto, sendo possível salvar três bits no lugar de somente um. E, como as marcações são feitas diretamente nos átomos do material, a vida útil dessas informações passa ser absurdamente grande, maior do que a de qualquer outro método já conhecido e resistindo a temperaturas até 1000° Celsius.

A criação pode ser muito bem utilizada por empresas que precisam salvar um volume enorme de dados, como companhias do ramo de tecnologia ou bancos, por exemplo, já que a tecnologia atual limita o armazenamento único a 20 TB. Para que isso aconteça, o pessoal da University of Southampton precisa achar um parceiro de negócios que esteja disposto a fabricar o novo tipo de memória em larga escala. Será que isso demora para acontecer?

Nova tecnologia cria tela de smartphone que elimina bactérias

As telas de smartphones são os locais que mais possuem bactérias e germes, além de vírus, mas se depender da Corning, que fabrica o vidro usado nos aparelhos chamado de Gorilla Glass, as próximas telas irão combater estes males.
A tecnologia Gorilla Glass está presente em mais de 1,5 bilhão de smartphones no mundo.
Em apresentação no evento MIT Technology Review Mobile Summit em junho, a empresa mostrou que a tela consegue eliminar quase 100% dos germes presentes nas telas em cerca de 2 horas.

“Você está comendo um sanduíche, seu telefone toca, você atende, fala, desliga, coloca o smartphone na mesa e volta a comer o sanduíche com a mesma mão com a qual atendeu o telefone. Qual tipo de vidro você quer no seu celular?”, perguntou o vice-presidente da Corning, Jeff Evenson.

A tela antibactéria ainda não tem previsão de ser lançada no mercado. Estudos apontam que celulares têm mais bactérias do que solas de sapato ou até banheiros públicos e este é um dos motivos pelos quais a Corning quer lançar a tela especial.

Além da tela antibactéria, a Corning trabalha em uma tela que não reflete a luz do sol, permitindo que o usuário enxergue todo o conteúdo que aparece na tela em seu smartphone quando o usa na rua.

Novo Mac Pro – Desktop remodelado da Apple tem formato cilíndrico que prioriza ventilação e potência

Uma das maiores novidades apresentadas no evento WWDC 2013, da Apple, foi o novo Mac Pro. O desktop tinha um visual bastante antiquado, não recebia mudanças significativas há alguns anos e parecia cada vez mais marginalizado pela empresa – até receber um redesign completo e virar um dos mais estilosos aparelhos da companhia.

O aparelho conta com configurações bastante potentes, incluindo um processador Intel 12-core, mas o que chama a atenção mesmo é o visual do desktop, que o deixa parecido com um foguete ou turbina.

Com as devidas explicações sobre o porquê da adoção do formato cilíndrico, a Apple convence que o visual é um dos mais adequados para um computador – mas ninguém havia pensado nisso antes.

Mais que um rostinho bonito

Quando você pensa em um desktop, é comum imaginar vários componentes distribuídos separadamente no gabinete, gerando calor separadamente e ocupando uma boa quantidade de espaço. No novo Mac Pro, que tem um oitavo do volume do anterior, a ideia é fazer exatamente o contrário.

O formato cilíndrico permite que as peças fiquem próximas umas das outras em um encaixe perfeito. E não é só para impressionar visualmente: esses componentes foram unificados em um “núcleo térmico”, que concentra todo o calor gerado pela CPU e pela GPU e distribui essa energia entre os processadores.
Isso garante uma compensação, caso um dos processadores não esteja funcionando corretamente, por exemplo.

Não esquenta!

O posicionamento triangular desse encaixe permite ainda o uso de um sistema de ventilação criativo e eficiente, que segue o padrão de simplicidade do resto do equipamento.
Em vez de várias ventoinhas eliminando o calor dos componentes, consumindo muita energia e gerando bastante barulho, há um único dissipador que se livra do calor acumulado no centro da máquina, em um movimento vertical que começa na base e termina no topo do Mac Pro.

A Apple garante que o sistema é silencioso, tudo graças a um sistema de hélices com curvas para trás que foi minunciosamente planejado. Elas giram um pouco mais devagar que o convencional, mas eliminam mais calor e fazem menos barulho que o normal por causa da menor resistência do ar.

Tudo ao alcance

O formato cilíndrico presente também na base traz ainda uma facilidade pouco levada em conta: além de poder ser fixado em uma superfície lisa, como uma mesa, há uma facilidade em girar o aparelho para encontras as entradas HDMI, Thunderbolt 2 e USB 3.0, entre outras.

Windows 8.1: tudo o que você precisa saber

A Microsoft lançou hoje a próxima versão do Windows, o 8.1, em sua conferência anual de desenvolvedores Build. E isso é importante: o Windows 8 foi um passo ambicioso e louco; o que vem a seguir é crucial. Eis o que a Microsoft fez após passar meses e meses ouvindo o feedback (e gritos) dos usuários.
Quase tudo o que vem no 8.1 parece ser uma verdadeira melhora. A questão, então, é exatamente o quanto eles melhoram a experiência do usuário. Para acelerar o ciclo e trazer mais novidades, a Microsoft estará focada em lançamentos menores e mais rápidos.

Iniciar

Bem, agora você pode fazer boot direto para a área de trabalho. Você também pode fazer boot para qualquer outro lugar: abrir apps Metro, ou a tela Todas as Apps, ou a tela Iniciar (como era antes).
O botão Iniciar também voltou à barra de tarefas. No entanto, como já era esperado, ele abre a tela Iniciar – o antigo menu Iniciar do Windows XP/7 não está disponível.
Também temos alguns novos tamanhos de blocos dinâmicos: pequenos (como no Windows Phone), que permitem a você colocar mais itens na tela Iniciar; e o bloco gigante, que pode exibir mais informações, como e-mails ou compromissos do calendário.
Você pode selecionar um grupo de blocos de uma só vez, e arrastá-los para o seu próprio grupo, que você pode nomear como uma pasta.

Na tela Iniciar, deslizar da borda inferior da tela exibe a lista Todos os Apps, que agora podem ser classificados de várias maneiras – por data de instalação, por tipo, por nome etc. Assim fica mais fácil acessá-los que no Windows 8.
A tela inicial pode ser personalizada com mais cores, e também ganhou alguns “motion accents” que se movem à medida que você desliza a tela. Você também pode usar o papel de parede como plano de fundo da tela Iniciar, tornando a transição entre desktop e Metro mais natural.
Como um todo, as alterações na tela Inicial representam bastante a atualização como um todo: um punhado de melhorias funcionais – algumas delas bastante desejadas – e também alguns floreios na interface.

Apps e Windows Store

Os apps nativos receberam atualizações no Windows 8.1. O Internet Explorer 11 Metro agora pode abrir mais de uma janela, e pode ter abas infinitas; além disso, ele tem suporte a WebGL.
O app Mail será atualizado na próxima versão com alguns novos recursos, como “Sweep”, que se livra de vários e-mails ao mesmo tempo. Por exemplo, você pode se livrar de todos os e-mails de uma newsletter de uma vez, manter apenas os e-mails dos últimos 10 dias. (É algo semelhante ao Outlook.com/Hotmail, mas que funciona em qualquer conta de e-mail no app.)
O app Música ganhou nova interface, mais próxima à do Xbox One, e tem um novo recurso que gera listas de reprodução automaticamente: basta selecionar um artista e pronto. O Xbox Music também traz uma rádio gratuita (com anúncios): você seleciona um artista, assim como no Nokia Music ou Pandora, e faz-se uma playlist automática. Ainda não testamos, mas isto provavelmente não está disponível no Brasil, já que não temos acesso ao streaming gratuito do serviço.

Quanto à Windows Store, ela recebeu uma nova interface, com a descrição de cada app (em vez de exibir apenas o ícone de cada um). E agora, todos os apps Metro terão atualizações automáticas através da Windows Store. Ela está chegando à marca dos 100.000 apps.
Também teremos novos apps de terceiros, como os aguardados Flipboard e Facebook. Ainda não há data de lançamento para eles.
Para desenvolvedores, há uma nova ferramenta que facilita a integração de notificações push nos apps. Assim, as notificações devem ficar melhores nos apps que você usa.
Também há novas ferramentas de análise de desempenho no Visual Studio 2014 para testar a integridade da rede, os efeitos na duração da bateria e outras variáveis.
Por fim, a Microsoft promete que o desempenho dos apps – inclusive os de terceiros – será mais rápido em geral.

Para empresas

A Microsoft também anunciou novos recursos corporativos, como criptografia melhor e mais fácil. Obviamente, o Windows 8 não foi um enorme sucesso para o setor, então isso é extremamente necessário